Blog | ContadorX

Empresas estão obrigadas a entregar a RAIS a partir de 19 de janeiro

A partir de amanhã (19/01/16), você começará a ouvir notícias na mídia sobre a Relação Anual de Informações Sociais (RAIS). As empresas que transmitirem a declaração, estão sujeitas a multas que começam em R$ 425,64.

MAS, O QUE É A RAIS?

A RAIS é um relatório exigido pelo Ministério do Trabalho e que seu contador elabora em nome de sua empresa. Ele contém informações mensais de todo o ano de 2015 detalhadas por empregado, como por exemplo o nome, número do PIS, cargo, salário, grau de instrução, etc…

Essa informação assegura aos empregados que ganham até 2 salários mínimos o direito de receber o abono salarial do PIS. Se você tem um empregado nesta condição, utilize este fato como uma vantagem. Diga a ele que além do salário e dos benefícios de sua empresa ele também terá o direito a um salário de PIS.

Não deixe de avisar seus empregados também pois muita gente perde este dinheiro, já que o saldo não é cumulativo e fica disponível até a data final do calendário estipulado pela Caixa Econômica Federal. Consulte o calendário aqui.

Quando a empresa não tem empregado, ainda assim está obrigada a declarar essa informação para o MTE. Neste caso, denominamos de RAIS Negativa.

O recibo de entrega da RAIS é frequentemente exigido como condição para obtenção de financiamentos e participação em licitações públicas.

A empresa que não entregar a RAIS fica sujeita a multa de R$ 425,64 acrescidos de R$ 106,40 a cada dois meses de atraso. Também será acrescido o valor de R$ 26,60 por empregado não declarado ou declarado de forma inexata.

O prazo de entrega terá início no dia 19 de janeiro de 2016 e irá até o dia 18 de março de 2016.

 

ENTREGUE VOCÊ MESMO A RAIS NEGATIVA , CASO SUA EMPRESA NÃO TENHA EMPREGADOS. ECONOMIZE E EVITE A MULTA.

O preenchimento da RAIS Negativa ano base 2015, pode ser feito de forma manual, online. Acesse o link: http://www.rais.gov.br/sitio/negativa.jsf para dar início.

 

Passo 1: Preencha os “Dados do Estabelecimento”. São informações básicas da empresa. O código CNAE e a Natureza Jurídica você encontra no Cartão CNPJ. Clique aqui para consultar seu cadastro CNPJ diretamente no site da Receita Federal.

Todos os campos marcados com asterisco (*), tem o preenchimento obrigatório.

rais1

Passo 2: Após preencher os dados do estabelecimento, deve-se clicar na aba “Endereço” e preencher com o endereço completo da empresa.

Se o endereço do CNPJ da empresa estiver desatualizado, não tem problema. É ele que você deve usar. Já o telefone e e-mail, informe o mais atualizado.

rais2

Passo 3: Aba Informações sindicais. Após preencher o endereço, deve-se preencher as informações sindicais, se o estabelecimento contribuiu com alguma entidade sindical, o valor de contribuição e se teve contribuição associativa, assistencial ou confederativa.

Se você não pagou ou nem sabe qual é o seu sindicato, deixe em branco, pois o campo não tem asterisco, ou seja, não é obrigatório.

rais3

 

Passo 4: Dados do responsável pelo preenchimento da declaração.

rais4

Pronto. Na sequência será gerado um recibo. Você deve imprimir o recibo que será gerado e arquivar para comprovar que entregou a RAIS.

 

Autora: Edilaine Silva, Analista de Departamento de Pessoal do ContadorX

raisfacebook

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *